A polaroid do séc XIX

O que é o Colódio Húmido?

O processo fotográfico chamado Colódio Húmido foi inventado em 1851 por Fredrick Scott Archer. Chama-se a este processo Colódio Húmido porque a chapa fotográfica tem que estar húmida durante a captura, revelação e fixação. Por esta razão, é necessário ter uma câmara escura disponível para preparar cada fotografia – uma de cada vez. Uma chapa fotografia, desde a sensibilização até à fixação pode ser feita em 20 minutos, razão pela qual o processo é frequentemente chamado de Polaroid do século XIX.

As fotografias em colódio húmido são extremamente detalhadas e possuem simultaneamente uma qualidade impressionista. É fotográfico e pictórico.

Existem duas variantes de colódio húmido: Ambrótipo (colódio sobre vidro) e Aluminótipo (colódio sobre metal). Na variante Aluminótipo, uma placa de metal é sensibilizada, exposta e revelada, o que produz uma imagem positiva direta. Na variante Ambrótipo o resultado final é uma fotografia em vidro que pode ser reproduzida facilmente em papel fotográfico, no entanto quando colocada sobre uma superfície escura é positiva.